Escolha uma Página Menu

A sua situação financeira está boa para fazer um empréstimo pessoal?

17 set 19 | Institucional

Pode parecer contraditório, mas fazer um empréstimo pessoal sem ter a certeza que a sua situação financeira está favorável para isso não é uma boa ideia.

Isso não quer dizer que você precise ter cada centavo sob controle e dinheiro sobrando, afinal, o empréstimo também pode te salvar em momentos de apuros, te ajudando a quitar as dívidas. No entanto, é preciso ter a certeza de que conseguirá pagar as parcelas.

Leia até o fim e entenda como reconhecer se você está numa boa situação financeira para fazer um empréstimo.

O que significa ter uma boa situação financeira

Ter uma boa situação financeira significa, pelo menos, saber quanto você gasta todos os meses, conseguir pagar as contas e ter um padrão de vida condizente com a sua renda.

Num cenário ideal, você paga todas as despesas e ainda consegue poupar um pouco de dinheiro no fim do mês. Neste cenário, um empréstimo com juros baixos pode ser uma boa chance para conquistar sonhos como casamento, investir no seu negócio, uma viagem ou um curso no exterior.

Em um outro cenário, a situação financeira não está tão tranquila, mas ainda não fugiu de vez do controle. Por exemplo, você atrasa algumas contas mas não está com o nome sujo.

Neste caso, você ainda tem situação financeira aceitável, mas deve ficar atento. Se você começou a perceber que as dívidas estão para sair do controle, é um sinal de que sua situação financeira pode piorar em breve.

Os sinais de alerta que você deve observar

Para que a sua situação financeira não saia completamente do controle, você deve ficar atento aos sinais de alerta. Alguns exemplos são:

  • você não consegue pagar o valor total da fatura do cartão e adia o pagamento para o mês seguinte, o que ocasiona juros; 
  • você não consegue pagar todas as contas no prazo e acaba atrasando alguns dias ou semanas;
  • no final do mês, você precisa usar o cheque especial ou pedir dinheiro emprestado;
  • você termina o mês sem dinheiro nenhum e fica se perguntando para onde foi todo o seu salário.

Se você perceber que alguma dessas situações tem acontecido com frequência, é hora de colocar o pé no freio nos gastos e mudar hábitos financeiros.

Entenda o seu orçamento mensal e converse com a família sobre meios de sair dessa situação o quanto antes. Se você ainda não está com grandes débitos, a situação financeira ainda pode ser favorável a um empréstimo.

Quando a sua situação financeira favorece o empréstimo

A regra de ouro para o empréstimo é: você tem que conseguir arcar com as parcelas. Do contrário, ele pode se tornar mais um problema em vez de ser uma solução. Em geral, sua situação financeira favorece o empréstimo em dois casos.

O primeiro é quando você tem todas as suas contas sob controle, sabe o quanto gasta e não termina o mês no vermelho. No entanto, você tem um plano como um casamento, uma viagem ou uma reforma e não consegue juntar todo o dinheiro de forma antecipada.

A segunda é quando sua situação financeira já dá sinais de alerta, mas ainda não saiu completamente do controle. Você deve agir o quanto antes para colocar as contas em dia, e o empréstimo pode ajudar. Lembre-se que se a situação piorar e seu nome ficar negativado, vai ficar mais difícil conseguir empréstimo com boas condições.

Quando um empréstimo pessoal é uma boa opção

 

Se você tem uma situação financeira completamente sob controle, o empréstimo é uma boa opção para realizar seus sonhos mais rápido. Você pode ajustar seu orçamento para fazer caber a prestação de empréstimo e se comprometer com uma parcela que não vai desequilibrar o orçamento.

A melhor estratégia aqui é tentar juntar o máximo de dinheiro que você conseguir e então pedir um empréstimo do menor valor possível. Além disso, você deve pesquisar bastante para encontrar um empréstimo com juros baixos. Aqui na Geru, por exemplo, as taxas são personalizadas para cada tipo de perfil, começando a partir de 2% ao mês.

Outro momento em que o empréstimo pessoal é uma boa opção é quando ele tem juros mais baixos que as suas dívidas atuais. Se você tem débitos no cartão de crédito, cheque especial ou financiamentos de juros altos, um empréstimo pessoal pode ser vantajoso. No entanto, precisa ser usado com responsabilidade e planejamento.

Em resumo, um empréstimo pessoal é aconselhável apenas quando você tem certeza que as parcelas caberão no orçamento. Se você tem uma situação financeira tranquila, pode usar o empréstimo para realizar planos e compras.

Já para quem está começando a ficar endividado, o empréstimo pode ser uma boa ideia para pagar as contas e não ficar refém dos juros altos. Antes de solicitar, faça um esforço para entender exatamente a sua situação financeira e peça apenas aquilo que realmente precisa e que pode pagar.

E então, você acha que sua situação financeira é favorável para um empréstimo? Confira agora 5 dicas para se preparar antes de fazer empréstimo online.

%d blogueiros gostam disto: