Escolha uma Página Menu

Reserva financeira: você já começou a sua?

28 maio 2021 | Finanças

Fazer uma reserva financeira é igual a entrar na academia: no começo dói (nesse caso, no seu bolso), mas com o tempo, entra na rotina e você acaba pegando gosto. E o melhor é que assim como a atividade física, economizar dinheiro faz bem para você!

Mas se você prefere fazer yoga ou exercício em casa, saiba que também existem reservas financeiras para o seu perfil. É possível, importante e necessário para todo mundo. Acompanhe com a gente 🙂

Quando o bolso aperta, é melhor ter um planejamento

Na maioria das vezes, a gente só tem noção do perigo quando ele bate a nossa porta, certo? Por exemplo, quando você se depara com alguma promoção daquele eletrodoméstico que você tanto sonhou, mas que está sem dinheiro para comprar. Ou pior ainda quando alguma emergência de saúde acontece e os gastos com remédios acabam ultrapassando seus limites.

É nessa hora que aquela voz na cabeça aparece: “Você deveria ter um planejamento financeiro.” O desespero bate, a ansiedade vem e, dependendo da situação, é inevitável não usar o dinheiro. Ah, não podemos esquecer de mencionar contextos que fogem da alçada de qualquer um como, por exemplo, a pandemia. De acordo com a 3ª edição do Raio X do Investidor Brasileiro, 62% da população brasileira não economizou e entrou em 2020 sem qualquer reserva financeira para algum tipo de emergência.

Mas o que é uma reserva financeira?

Simples: o dinheiro que você deixa guardado para usar durante uma emergência ou um imprevisto. Veja um exemplo para calcular a quantia necessária para fazer sua reserva mensal: se suas despesas totais somam R$ 3 mil reais, é recomendado juntar R$ 1 mil por mês. Desta forma, em 3 meses você poderá ter o valor suficiente para suprir 1 mês de seus gastos.

Isso pode parecer muito, mas na hora da emergência essa reserva deve servir para ajudar, no mínimo, por 3 meses. Além disso, pense que dívidas inesperadas, problemas de saúde e gastos extras com pets podem aparecer de uma hora para outra.

O que fazer e onde aplicar o dinheiro guardado

A melhor indicação é investir o dinheiro em um produto com risco baixo e liquidez alta, ou seja, acesso fácil ao dinheiro e sem sustos. De guardar dinheiro em casa até investir no tesouro Selic, a grande dica é: reserva financeira não é um investimento de rentabilidade alta. Para isso, procure saber mais sobre as aplicações disponíveis.

 

Entendendo as emergências

Nem tudo é uma emergência, que fique bem claro. As demandas devem ser entendidas de acordo com suas prioridades. Tem coisa que não dá para deixar para depois, como assuntos médicos e dívidas inesperadas. Já outras, como reformas e eletrônicos caros devem ser compreendidos como algo que pode esperar mais um pouco. 

Falar é fácil, colocar em prática também

O primeiro passo já foi dado: você leu esse conteúdo e tem em mente a importância de fazer uma reserva financeira. Agora é com você! O importante é começar 🙂

Lembre-se sempre: pedir ajuda financeira não é ruim, não é vergonhoso. Se acontecer alguma emergência e você ainda não tiver saldo suficiente na sua reserva, chame a Geru! Aqui oferecemos crédito a partir de R$ 2 mil reais com parcelas que cabem no seu bolso.

 

%d blogueiros gostam disto: