Escolha uma Página Menu

Minimalismo financeiro: um jeito diferente de economizar

10 mar 2020 | Institucional

O minimalismo, diferentemente do que a maior parte das pessoas imagina, não tem relação com escassez. Pelo contrário, se bem trabalhado em sua funcionalidade, é um caminho de abundância e liberdade, principalmente quando falamos de minimalismo financeiro.

Com resultados comprovados, o minimalismo financeiro pode ser a principal saída para problemas econômicos, garantindo qualidade de vida sem mais preocupações. Mas embora pareça simples, adotar uma postura minimalista, seja em qual aspecto da vida for, exige alguns cuidados. Confira algumas dicas sobre esse jeito diferente de economizar. 

Relação entre minimalismo financeiro e o seu patrimônio

O orçamento minimalista possibilita a priorização das suas metas financeiras, fazendo com que gastos desnecessários sejam deixados de lado, visto que o foco estará voltado para algo mais importante. Além disso, a vida pode ficar um pouco mais fácil devido à diminuição dos compromissos financeiros, os famosos boletos.

Muita gente já ouviu falar em minimalismo, mas realmente não consegue fazer uma relação sólida desse estilo de vida com as finanças. Sendo assim, é importante ressaltar que o minimalismo financeiro está diretamente ligado à relação de priorização com o que é mais valioso em sua vida. Consequentemente, há uma redução da desordem em diversas áreas da vida, da profissional a pessoal.

Ao adotar um estilo minimalista, monetariamente falando, o valor do seu dinheiro ficará ainda mais claro, permitindo que haja uma boa organização e uma priorização das metas financeiras. Com isso, é possível estabelecer quais são as reais prioridades em detrimento das banalidades.

Incorporar o minimalismo financeiro não necessariamente significa gastar menos dinheiro. Mesmo assim, ao ter mais clareza na sua relação íntima com o dinheiro, será possível ficar ciente dos gastos e saber para onde, de fato, os valores estão indo, e, consequentemente, economizar. 

Ao se dar conta dos gastos excessivos, é possível adotar um estilo de vida onde as despesas com itens desnecessários são reduzidas. A conscientização dos próprios atos é o primeiro passo para a prosperidade financeira e a multiplicação das finanças.

Desse modo, é válido ressaltar que, ao adotar o minimalismo financeiro, não será necessário abdicar dos prazeres da vida, mas sim saber quais são as suas prioridades no presente e quais serão as consequências no futuro.

Cuidados com cartão de crédito

Embora muito se fale a respeito do minimalismo e do modo como ele traz benefícios para quem adota essa prática, é importante lembrar que esse método por si só não fará milagres. Um dos pontos mais relevantes é o comprometimento com a organização das finanças.

O sistema de minimalismo financeiro, isoladamente, não irá fazer com que o seu dinheiro se multiplique. É preciso ter consciência dos próprios atos e se permitir entender em qual ponto o erro persiste. O método é indicado para ajudar a simplificar as finanças, tornando a economia um processo mais simples e garantindo o alcance dos objetivos financeiros.

Uma das principais dicas dos adeptos desse estilo é a não utilização de cartões de crédito no dia a dia, visto que eles são os principais causadores das tentações, oferecendo programas de recompensas que podem acabar endividando aqueles que não têm uma organização financeira bem definida, sem controle sobre os gastos. 

Gastar mais do que se tem na conta é um problema grave que acaba fazendo com que as dívidas virem uma grande bola de neve. Minimalistas optam por usar o cartão de crédito com responsabilidade, para compras maiores, onde haverá um controle maior das parcelas.

Abusar do cartão de crédito, no fim das contas, acaba por desorganizar o plano do minimalismo financeiro. A noção de ter a possibilidade de pagar as dívidas no mês seguinte acaba trazendo uma falsa sensação de poder, o que acarreta em desorganização. Com isso, o descontrole sobre as próprias finanças pode ser refletido numa má administração e em frustrações para os planos futuros.

Sendo assim, é importante ressaltar que, além da aplicação do minimalismo financeiro, a adoção da consciência de gastar apenas o que se tem deve ser o ponto mais importante de todo o plano de vida, além de ter a organização como pilar dessa relação.

Dicas para dar início a um orçamento minimalista

Após muito se falar acerca de um orçamento minimalista, é de se esperar que sejam repassadas algumas dicas sobre como adotá-lo da maneira correta, evitando os riscos que possam vir a comprometer todo o processo. Por esse motivo, o caminho para uma relação de sucesso com o seu bolso compreendem os seguintes passos:

Estabeleça metas financeiras

O título deste tópico fala por si só e realmente pode ser um conselho fácil de ser seguido, principalmente porque, ao visualizarmos uma meta, conseguirmos alcançá-la com maior precisão e em um tempo menor.

Sabendo disso, é prioridade saber quais são as suas necessidades e o que, ao longo dos anos, se tornou indispensável. Ao saber dos reais valores que regem a sua vida, enfim, será possível estabelecer suas prioridades financeiras.

Sendo assim, alguns fatores que podem ser seguidos para garantir a sua prosperidade são:

  • Viver uma vida longe de dívidas;
  • Economizar uma parte de sua renda;
  • Doar para alguma instituição;
  • Ter se aposentado antes dos 60 anos.

Outro pilar a ser mencionado é entender o valor das experiências. Isso porque, ao investir dinheiro em momentos que lhe tragam boas experiências certamente isso lhe deixará mais feliz e satisfeito que investir em coisas materiais que trarão apenas um momento de felicidade muito efêmero e, por vezes, sem sentido para você.

E o mais importante: estabeleça metas objetivas. Troque o “esse ano eu quero economizar” por “até 15 de junho deste ano eu iria reduzir minhas despesas em 10%”. As metas precisam ter valores e prazos bem definidos. 

Portanto, a base para a criação de um bom orçamento minimalista é definir seus valores (pessoais e financeiros) para compreender quais são as suas prioridades e, enfim, estabelecer suas metas financeiras e de vida. Sendo assim, será possível realizar o que realmente é importante para você, deixando as banalidades de lado. 

Dica: autoconhecimento é um ponto importante nesse processo. Pense nisso com carinho quando estiver se planejando. 

Avalie o seu consumo

Tendo em vista que nunca prestamos, de fato, atenção naquilo em que nós gastamos o nosso dinheiro, avaliar o próprio consumo pode ser um grande passo dado em direção ao sucesso financeiro, garantindo prosperidade em um futuro próximo.

Por isso, criar uma lista com os gastos mensais, sejam eles triviais ou não, poderá ajudá-lo a ter uma noção de para onde está indo tanto dinheiro. Seja um gasto com um aplicativo de música ou uma viagem em um serviço de transporte para um lugar próximo, tudo deve ser documentado para fins de organização.

Ao acabar de colocar os itens no papel, pare para pensar se realmente os gastos apresentados são necessários ou se, simplesmente, você está jogando o dinheiro fora com bobagens. Caso dê valor a esses itens, não precisa mudar de maneira tão radical.

Falar de um orçamento minimalista não está diretamente ligado a deixar os prazeres da vida de lado, mas sim em saber valorizar e priorizar o que realmente é importante, deixando ações que não trazem boas experiências para trás, visando proporcionar mais liberdade financeira.

Crie um plano de gastos

Ao sabermos quais são os principais gastos realizados semanalmente ou mensalmente, é válido ressaltar que também podemos criar um plano de gastos, antecipando despesas já conhecidas e se preparando para pagá-las no momento mais oportuno.

Criar um orçamento real também pode ser uma saída muito viável para desviar de dívidas e determinar para onde vai cada centavo ganho. Nesse passo você precisará discriminar todas as suas receitas e despesas.

Sendo assim, algumas das despesas que geralmente estão incluídas nesse plano são:

  • Aluguel;
  • Transporte;
  • Despesas escolares (caso tenha filhos);
  • Viagens;
  • Alimentação;
  • Entretenimento.

Com todos esses dados em mãos, é possível evitar surpresas ao fim do mês e garantir que o orçamento minimalista se mantenha firme até as próximas despesas aparecerem.

Dica extra: use e abuse dos pagamentos automáticos. Deixe todos os pagamentos agendados para o dia em que você recebe sua remuneração mensal. Isso fará com que você não passe sufoco quando chegar o dia de fazer o pagamento daquelas despesas importantes. 

Ignore a opinião alheia

Quando resolvemos adotar um novo estilo de vida é muito comum passar por uma fase de julgamentos e olhares tortos. Embora possa parecer desconfortável, é importante ressaltar que, ao adotar o minimalismo financeiro, os benefícios alcançados serão para si mesmo e não para os outros.

Sendo assim, a partir do momento em que você se sente confortável diante das novas mudanças em sua vida, a opinião alheia não ganha o palco principal, parando de ter importância em meio à sua felicidade e sucesso financeiro.

Minimalismo financeiro: conclusão

É sempre importante lembrar que o processo de adotar o minimalismo financeiro é algo cíclico. Ao começar avaliando quanto se pode gastar ao longo do mês, é importante fazer o acompanhamento. Ao receber o pagamento, qualquer valor que precise ser utilizado deverá ser monitorado de maneira saudável e com os questionamentos necessários para não desviar dos objetivos.

Embora haja muitos métodos tecnológicos que facilitem esse processo de acompanhamento, a maior parte deles acaba por não responder o principal anseio: com o que se deve gastar o dinheiro recebido? Afinal, isso só você poderá responder. 

E se você não tem muita habilidade com a tecnologia, não tem problema. No lugar dos robôs e da tela de um celular, pegue papel e caneta em uma gaveta e comece a anotar todas as suas despesas e todos os seus ganhos. Faça observações sobre o que acha razoável e pare para analisar alguns itens que poderiam não estar ali. Assim, a prosperidade financeira estará cada vez mais próxima. 

 

Aqui na Geru, queremos te ajudar a entender melhor o mundo financeiro e prezamos por informações completas e claras. Se você gostou desse conteúdo e quer continuar aprendendo, acompanhe nosso blog e não perca nenhuma novidade. 

 Nós queremos te ajudar a realizar seus sonhos, de forma fácil e confiável. Venha simular um empréstimo com a gente:

%d blogueiros gostam disto: