Escolha uma Página Menu

Empréstimo para quitar dívidas vale a pena?

25 jun 19 | Finanças

No começo de 2019, 60% das famílias brasileiras tinham alguma dívida a pagar, sendo que 22% já estavam com alguma conta atrasada. Para muitas dessas famílias, fazer um empréstimo para quitar dívidas pode ser uma boa opção para economizar dinheiro.

Se você está em uma situação financeira difícil atualmente, saiba que não está sozinho. Para mudar essa realidade, você pode começar reorganizando seu orçamento e trocando as dívidas que têm juros altos por dívidas com juros mais baixos.

Afinal, fazer um empréstimo para quitar dívidas é realmente vantajoso? Entenda de uma vez por todas!

 

Entenda se um empréstimo para quitar dívidas é uma boa opção

 

Um empréstimo para quitar dívidas é uma boa opção, desde que usado de forma consciente. Essa solução é vantajosa principalmente quando você tem dívidas com juros altos e troca por um empréstimo com juros mais baixos.

Os juros do cheque especial e do cartão de crédito, por exemplo, costumam passar de 10% ao mês. Já no empréstimo online, é possível conseguir taxas de juros a partir de 2%. Alguns financiamentos também têm juros bem mais altos do que isso e são menos vantajosos do que os juros do empréstimo para quitar dívidas.

Portanto, se você está devendo no cartão, cheque especial ou qualquer financiamento com juros altos,  para pagar dívidas é uma boa opção, desde que você consiga uma taxa mais baixa.

Outro momento em que o empréstimo para quitar dívidas é uma boa saída é quando se está com o nome sujo. É verdade que não é fácil conseguir empréstimo estando negativado, mas não é impossível.

Se você fizer um empréstimo para pagar as dívidas, consegue limpar o seu nome e ficará livre de impedimentos. A partir daí, é claro, é preciso manter o controle do orçamento para não cair no mesmo problema.

Verifique se o empréstimo vale a pena

 

Se você está pensando em solicitar um empréstimo para quitar dívidas e quer saber se vale a pena, continue lendo e veja como fazer isso!

Faça um levantamento completo das suas dívidas

Antes de trocar uma dívida por outra, você precisa conhecer exatamente a sua situação atual. Na correria diária é difícil manter controle de tudo, mas, para ter uma vida financeira mais tranquila, você precisa tirar um tempo para listar todas as suas dívidas.

Para cada dívida, você precisa saber qual é o valor dela se você fizer o pagamento à vista, qual a taxa de juros e qual será o custo total se você pagar parcelado até o fim.

Observe a taxa de juros

Conhecendo as suas dívidas, você já pode comparar com o empréstimo. Sabendo quanto você precisa para pagar as contas à vista, você sabe quanto vai precisar pedir emprestado.

O próximo passo é simular um empréstimo e ver qual a taxa de juros você consegue. Se ela for mais baixa que algum dos seus débitos, já é bem provável que valha a pena fazer um empréstimo para quitar dívidas.

Compare o custo total

Não apenas a taxa de juros, mas também o custo efetivo total (CET) de um empréstimo é importante. Se a taxa de juros é mais baixa, mas você vai pagar em um período de tempo muito maior, o custo total pode acabar saindo mais alto. 

Para evitar isso, observe o CET do empréstimo e compare com o custo das suas dívidas se você pagar parcelado até o fim.

Antes de pegar o empréstimo para quitar dívidas, você ainda precisa observar outro detalhe: é necessário preparar seu orçamento para conseguir arcar com as parcelas do empréstimo em dia.

Faça um planejamento para conseguir pagar o empréstimo

Sabemos que não é fácil viver com um salário apertado, as contas que não param de chegar e os preços que só aumentam. Mas, ainda assim, se você está pensando em pegar um empréstimo para quitar dívidas, tem que ficar atento para não cair no mesmo problema. As principais dicas são:

  • Comece a anotar tudo que ganha e tudo que gasta, para conseguir adequar seu orçamento;
  • Faça uma prestação realista que caiba no seu orçamento mensal;
  • Adote um estilo de vida condizente com seus ganhos. Por exemplo, se o salário está apertado, passe a comer com mais frequência em casa em vez de fazer refeições em restaurantes e lanchonetes;
  • Corte gastos onde for possível, pelo menos enquanto se livra das dívidas;
  • Se possível, procure uma fonte de renda extra.

Em resumo, um empréstimo para quitar dívidas é vantajoso em muitas ocasiões. Trocando os débitos por um empréstimo de juros mais baixos, você pode economizar bastante dinheiro.

Para que essa estratégia funcione, é preciso colocar as contas em ordem e saber exatamente qual o tamanho do problema. Assim, você poderá comparar e saber se o empréstimo para pagar as dívidas realmente vai trazer vantagens.

Além disso, é preciso certificar-se de que a parcela do empréstimo para quitar dívidas vai caber no bolso. Tomando essas precauções, você estará no caminho certo para uma vida sem dívidas!

Para conferir se vale a pena fazer esse empréstimo, conheça a Geru e faça uma simulação gratuita de empréstimo pessoal totalmente online e com taxas de juros bastante vantajosas!

%d blogueiros gostam disto: