Escolha uma Página Menu

Faça um empréstimo para investimento e alavanque seu negócio

30 abr 19 | Finanças

O empréstimo para investimento pode vir de diferentes fontes: há empréstimos a prazo vs. linhas de crédito, empréstimos garantidos vs. não garantidos, empréstimos bancários vs. crowdfunding, e por aí vai.

Em um certo ponto, você pode cancelar toda a busca e optar por um empréstimo pessoal online, simples e direto. Mas será que você realmente pode usar um empréstimo pessoal para os negócios? Quando faz mais sentido solicitar um empréstimo empresarial ou empréstimo pessoal?

Podemos dizer logo de cara que, sim, é possível garantir um empréstimo para investimento online para o seu negócio. Para uma resposta mais completa, forneceremos uma definição mais clara de empréstimos comerciais e empréstimo para investimento pessoal online. Em seguida, analisaremos alguns cenários comuns em que as empresas se encontram quando procuram financiamento.

Depois de avaliar as finanças de sua empresa, suas finanças pessoais e suas razões de financiamento, você pode descobrir se o empréstimo pessoal é uma boa ideia para o seu negócio ou se é melhor se dedicar à pesquisa e buscar um empréstimo para pequenas empresas. Vamos lá?

Empréstimo empresarial vs. empréstimos pessoais: quais as diferenças?

Na superfície, empréstimos empresariais e empréstimos pessoais são bem parecidos. Eles geralmente são estruturados de forma semelhante: você recebe uma quantia total que paga de volta mensalmente com taxas e juros. Além disso, você pode obter um empréstimo empresarial ou um empréstimo pessoal de várias fontes, incluindo bancos, credores online e cooperativas de crédito.

Obviamente, porém, existem algumas diferenças cruciais entre esses empréstimos. Em contraste com empréstimos empresariais, que são concedidos a empresas apenas para fins de financiamento de negócios, os empréstimos pessoais são cedidos pelos credores a pessoas físicas.

Como você pode imaginar, empréstimos pessoais destinam-se a financiar questões pessoais, como sua casa, carro, educação, despesas médicas — ou, em certos cenários, para iniciar ou aumentar um pequeno negócio.

Se você solicitar um empréstimo pessoal, seu credor avaliará sua renda e sua pontuação de crédito para determinar se você tem direito ao empréstimo para investimento e, em caso afirmativo, as taxas e condições do seu empréstimo.

Normalmente, os empréstimos pessoais permitem mais flexibilidade na forma como você aplica os fundos e muitos não pedem garantias (quando você precisa apresentar um bem ou comprovação de uma fonte de renda fixa para ser aprovado). Eles também costumam ter taxas de juros mais baixas do que os empréstimos comerciais, especialmente aqueles feitos com credores online. 

Apesar de não ser garantido, você também terá responsabilidades quanto ao cumprimento do contrato acordado. No caso de inadimplência em um empréstimo empresarial, o credor tem o direito de ir atrás dos ativos da empresa para recuperar a dívida. Mas no caso de inadimplência em um empréstimo pessoal, o credor pode processar o indivíduo para coletar o que é devido e enviar seu nome ao SPC.

Em suma, os empréstimos pessoais:

  • Destinam-se a financiar projetos pessoais, que podem ou não incluir o seu negócio;
  • Não exigem que um dos seus bens fique alienado ou outra garantia;
  • Os credores consideram a pontuação e a renda de crédito pessoal do indivíduo para determinar a elegibilidade do empréstimo e as taxas e condições;
  • Você pode obter empréstimos pessoais de bancos, credores online ou cooperativas de crédito. 

Quando um empréstimo pessoal é a melhor opção para o negócio?

Então, quando um empréstimo para investimento pessoal é sua melhor opção? E quando é melhor esperar que o seu negócio cresça o suficiente para se qualificar para um bom empréstimo para pequenas empresas?

Garantir um empréstimo empresarial tradicional por meio de seu banco pode ser um desafio, especialmente para os proprietários de empresas que estão começando e que não podem atender aos exigentes critérios de elegibilidade dos empréstimos bancários.

Por essa razão, muitos proprietários de pequenas empresas voltaram-se para o empréstimo pessoal para garantir financiamento aos seus negócios.

Mas existem alguns cenários em que um empréstimo pessoal possui vantagens sobre um empréstimo empresarial desde o início:

1. Você ainda não abriu suas portas

Para que um credor de pequenas empresas se sinta confiante em emitir um empréstimo, sua empresa precisa falar por si.

Um plano de negócios abrangente, fluxo de caixa confiável e uma instalação visivelmente próspera aumentam suas chances de aprovação, porque são todos sinais de que sua empresa é financeiramente suficiente para pagar suas dívidas — e que tem um histórico para comprovar isso. 

Um proprietário de empresa novo pode encontrar obstáculos em todos esses aspectos do seu pedido de empréstimo de negócios. Então, se você ainda está nos estágios iniciais de sua empresa, talvez tenha mais sorte para obter aprovação para um empréstimo pessoal.

2. Você precisa de pouco, mas não pode pagar juros altos

Muitos bancos relutam em emitir pequenos empréstimos para pequenas empresas, porque geram menos juros para o banco, mas custam a mesma quantidade de trabalho que um empréstimo maior e mais lucrativo.

Se o montante do empréstimo desejado para o seu negócio for inferior a R$ 50.000, você provavelmente estará fora do intervalo para um empréstimo empresarial tradicional do seu banco.

Nesse caso, você pode procurar um empréstimo comercial de credores alternativos na internet, que podem emitir empréstimos começando em R$ 5.000.

3. Você está preocupado com garantias

Após o fluxo de caixa insuficiente, a falta de garantia é o motivo mais comum pelo qual os bancos negam empréstimos a pequenas empresas. Geralmente, os emprestadores online não lhe negarão um empréstimo pessoal se a falta de garantia for o único critério que você não preenche, mas os empréstimos bancários tradicionais podem não ser tão tolerantes.

Por outro lado, é improvável que empréstimos pessoais requeiram garantias. Se suas economias ou investimentos estão parecendo escassos, e se oferecer sua casa ou carro como garantia está fora de questão, você pode querer considerar um empréstimo pessoal.

Por que fazer um empréstimo para investimento online?

Ok, agora você já sabe os benefícios de fazer um empréstimo pessoal em vez de um empresarial para investir no seu negócio. Mas mesmo os empréstimos pessoais podem vir de fontes diferentes, como bancos tradicionais ou credores online. Nesse caso, qual o melhor?

O cenário de empréstimos está passando por grandes mudanças à medida que as opções de empréstimo online proliferam. Se você está procurando um empréstimo para investimento, os credores online definitivamente merecem uma olhada.

Veja abaixo uma visão geral das principais diferenças que você encontrará entre empréstimos online e empréstimos bancários tradicionais!

Empréstimos online pessoais estão mais disponíveis

No rescaldo da última crise econômica, muitos bancos tradicionais de “tijolo e argamassa” diminuíram a oferta de crédito ao consumidor.

Embora os bancos tenham se afrouxado um pouco nos últimos dois anos, eles ainda relutam em oferecer empréstimo para investimento sem garantia; em vez disso, é provável que eles direcionem tais consultas para o departamento de cartão de crédito, por causa das taxas de juros altas que eles carregam.

Mais e mais credores online estão entrando e oferecendo empréstimos pessoais sem garantia que não estariam disponíveis em um banco tradicional. Sites de empréstimo online como a Geru permitem fazer um empréstimo muito mais fácil.

Pedidos de empréstimo online são mais rápidos e convenientes

Você pode solicitar um empréstimo para investimento no meio da noite, de casa, de pijama. Você não precisa mais ficar longe do trabalho para aparecer no banco. Além disso, muitos pedidos de empréstimo online não exigem uma verificação de crédito “difícil” e permitem simular as condições online. Isso é útil para você, se você quiser ter o seu tempo para encontrar o credor certo. 

Longe estão os dias em que você tinha que esperar por vários dias para ter seu empréstimo aprovado. Com os credores online, você pode solicitar o empréstimo para investimento e ter a resposta da sua solicitação no mesmo dia, contanto que você envie os documentos corretos. Não apenas isso, após aprovado, o valor do empréstimo pode ser depositado na sua conta em até 48 horas.

As taxas online geralmente são menores e menos burocráticas

Como os credores online não precisam pagar as despesas de manutenção de um banco físico, eles podem oferecer taxas de empréstimo para investimento mais baixas. Pelo mesmo motivo, as taxas de juros online também costumam ser menores se você optar por apresentar uma garantia.

No entanto, a maioria dos empréstimos online não exige apresentação de garantia, como falamos, o que significa que você não está oferecendo garantias que o credor pode manter se não pagar sua dívida.

Um aspecto positivo das taxas de juros online é que elas geralmente são fixas e, portanto, você não estará vulnerável aos altos e baixos dos mercados financeiros nacionais. Isso permite que você saiba exatamente quanto de juros pagará durante todo o seu contrato de empréstimo.

Vale lembrar que todo empréstimo deve ser feito com cuidado: pesquise bastante e verifique se há um número de telefone e uma maneira de falar com uma pessoa informada em caso de dúvidas.

Esteja ciente de que você não deve ser solicitado a pagar antecipadamente por uma cotação ou pré-aprovação. Com um pouco de cuidado, muitas vezes você pode encontrar um credor online cuja abordagem abrirá novas portas financeiras para você e seu negócio!

CENTRAL DE ATENDIMENTO

Disponível entre às 10 e 1 9 horas em dias úteis.

+55 11 3132-7266

contato@geru.com.br

Geru.com.br pertence à Geru Tecnologia e Serviços S.A. (Geru), CNPJ 20.955.843/0001-59, com sede na Rua Inácio Pereira da Rocha, 514, Pinheiros, São Paulo, SP, CEP: 05432-011. A Geru não é uma instituição financeira: somos uma correspondente bancária do Banco AndBank (Brasil) S.A. inscrito no CNPJ sob o Nº48.795.256/0001-69 e do Banco CBSS SA, inscrito no CNPJ sob o Nº 27.098.060/0001-45 nos termos da Resolução no 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Prazo de pagamento: de 12 meses a 36 meses. O custo efetivo pode variar de 2,00% a.m. (26,82% a.a.) até 9,50% a.m (197,15% a.a.). Exemplo: um empréstimo de R$ 10.000,00 em 24 meses terá parcelas de R$ 618,48, um valor total de R$ 14.843,52, juros de 3,4% a.m. (49,9% a.a.) e CET de 4,2% a.m (64,4% a.a.). Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com os critérios de aprovação de crédito da instituição financeira. Acesse nossas demonstrações financeiras por meio dos seguintes links: 20152016 e 2017.

%d blogueiros gostam disto: