Escolha uma Página Menu

Aprenda a fazer controle de despesas e organize sua vida financeira

24 set 19 | Institucional

Fazer um controle de despesas pode ser mais fácil e mais útil do que você imagina. Algumas boas práticas podem te ajudar a entender melhor seu orçamento e também deixar sua vida mais tranquila e te ajudar a realizar seus sonhos.

Não importa se sua renda cobre apenas seus gastos individuais ou se suas contas são divididas com alguém. Controlar as próprias finanças e, se for o caso, as finanças da família, é o primeiro passo para uma vida financeira mais organizada e tranquila.

Continue a leitura e entenda mais sobre a importância do assunto, como o controle de despesas vai te ajudar e como fazer.

Por que fazer um controle de despesas?

Você provavelmente já ouviu falar sobre controle de despesas e como isso é fundamental para uma boa saúde financeira. Porém, antes de começar, vamos entender melhor os benefícios práticos que essa decisão pode trazer.

Ficar livre de dívidas

Você tem alguma dívida te incomodando? Por acaso você atrasa algumas contas e acaba terminando o mês no vermelho? O controle de despesas vai te ajudar. Nós sabemos o quanto essas situações são desgastantes e trazem estresse para você e para sua família.

Ao ter mais consciência sobre o seu orçamento, você conseguirá se livrar das dívidas e em breve terá uma vida financeira tranquila como você sempre sonhou.

Conhecer seus hábitos e manter os ganhos e gastos sob controle

Você já teve a sensação que o seu salário sumiu da sua conta sem você nem perceber? Quem não tem um controle de despesas costuma sofrer com isso ao longo do mês. 

Ao contrário, quando você começar a controlar seu orçamento, vai entender melhor sobre seus hábitos, seus gastos e as suas prioridades. Você provavelmente vai se surpreender com o valor total que gasta com coisas que, no dia a dia, parecem pequenas.

Identificação de gastos supérfluos

Tendo um panorama claro de para onde seu dinheiro vai, você pode começar a cortar gastos supérfluos, mudar hábitos e otimizar o uso do seu dinheiro.

Se você está gastando mais do que ganha, inevitavelmente terá que mudar hábitos. No entanto, caso você já saiba onde está gastando dinheiro sem necessidade, pode tomar decisões mais inteligentes.

Possibilidade de realizar planos

Você provavelmente tem planos que parecem impossíveis de realizar, mas com o controle de despesas eles ficarão mais perto da realidade. Você vai identificar maneiras de cortar gastos e estipular metas mensais, de forma que sobre dinheiro para você realizar concretizar seus planos.

Valorização do seu trabalho e dinheiro

Por fim, quem controla suas despesas passa a valorizar mais o seu dinheiro e o esforço para conquistá-lo. Quem trabalha duro para conquistar a sua renda, precisa ser recompensado por isso e não viver refém das dívidas, boletos e contas a pagar. Para conseguir isso, comece já o seu controle de despesas.

Por onde começar?

Para fazer um controle de despesas você vai ter que começar a prestar mais atenção em alguns detalhes. Passe a pedir nota fiscal de tudo que você compra e guarde-as com cuidado. Outra alternativa é usar o celular ou um caderno de anotações para registrar todas as compras ou pagamentos que fizer.

Outro passo básico é fazer um levantamento daqueles gastos que nunca mudam, como aluguel ou mensalidade da escola. Dívidas e prestações a pagar (como um empréstimo, por exemplo) também devem ser anotadas. 

É importante começar com passos simples e depois tomar outras decisões. Por exemplo, se concentre em primeiro ter todos os gastos sob controle e uma reserva de emergência para, depois, pensar em fazer um investimento. O primeiro passo do controle de despesas é criar uma planilha de gastos.

Como criar uma planilha de gastos?

A planilha de gastos será sua melhor amiga na hora do controle de despesas. Veja como criar uma planilha de gastos simples e eficiente.

Escolha uma ferramenta

Você pode fazer uma planilha no Excel, usando o Google Docs ou mesmo um aplicativo de finanças. E não precisa se preocupar caso não seja um expert nesses programas. No Excel e no Docs já existem alguns modelos prontos para você usar, e os aplicativos também são simples de mexer.

Você pode testar alguns deles e escolher o que te agrada mais. Escolha uma ferramenta que você consegue acessar facilmente, pois o controle precisa ser feito, de preferência, todos os dias.

Crie categoria de gastos

Dividir seus gastos corretamente é uma das partes mais importantes da planilha de gastos, justamente para que você entenda para onde está indo seu dinheiro. Pense no seu dia a dia e crie categorias que fazem sentido para você. Por exemplo:

  • aluguel;
  • contas de energia, água, telefone, internet;
  • assinaturas de Netflix, TV a cabo;
  • transporte;
  • pagamento de alguma prestação;
  • faculdade ou escola;
  • plano de saúde;
  • supermercado;
  • bares e restaurantes.

Separe despesas fixas e despesas variáveis

Além das categorias, as despesas também podem ser divididas entre fixas e variáveis, ou gastos básicos e gastos de consumo. Por exemplo, o que você paga de aluguel, mensalidade da escola ou faculdade são fixos e indispensáveis.

Já contas de água e energia e o supermercado podem não ser exatamente fixos todos os meses, mas você sabe que vai tê-los de qualquer maneira. Então eles entram também na conta de gastos básicos. Faça uma estimativa para eles.

Já as despesas que não são completamente necessárias, como bares, compras, Netflix, academia, entre outros, entram na sua conta de consumo ou despesas variáveis. Isso quer dizer, são as contas que você pode cortar caso a situação financeira esteja ruim.

Crie limites para o consumo

O próximo passo é criar limites para cada uma das categorias. Você já sabe quanto custam as suas contas básicas, quanto você ganha e, então, o que sobra. Divida o valor do consumo e estabeleça tetos para itens como compras, bares, lazer etc.

Registre os gastos e compare o planejado com o realizado

Por fim, com todas as categorias planejadas, é só começar a registrar seus gastos. É bom fazer isso com frequência — o ideal é fazer todos os dias, mas não for possível, tente fazer pelo menos uma vez na semana.

Assim, ao longo do mês você já percebe se está gastando demais em alguma categoria e pode colocar o pé no freio antes que seja tarde demais. Ao final do mês, você vai saber se gastou mais ou menos do que o planejado e pode ajustar suas previsões ou os seus hábitos, de forma que o orçamento fique correto e sobre dinheiro no fim do mês.

Como manter a disciplina no controle de despesas?

Você vai começar a fazer o controle e pode ser que, em algum momento, tenha dificuldade em fazer os registros ou mesmo para se manter dentro do orçamento. Saiba que isso é perfeitamente normal e você não está sozinho nessa. Veja algumas dicas para se manter firme no controle de despesas.

Saiba por que você está fazendo um controle de despesas

Não faça porque alguém te falou que é importante, porque seu companheiro ou companheira quer ou por qualquer outro motivo que não tenha partido de você. O controle de despesas só vai funcionar se você souber da importância dele e entender os motivos.

Você quer ter uma vida financeira mais tranquila? Está cansado de terminar o mês no vermelho? Quer ter mais dinheiro para realizar seus planos? Saiba exatamente qual é a razão e lembre-se sempre dela.

Aceite que pode ser necessário mudar hábitos

Quem está com problemas financeiros provavelmente está gastando mais do que deveria e vai ter que adaptar seu estilo de vida para ser condizente com a sua renda. Se ao pagar todas as contas não sobrar nada no fim do mês, o cenário ainda não está problemático, mas pode ser melhor.

Assim que você começar a fazer o controle de despesas, provavelmente vai perceber que é necessário cortar gastos. Pode ser difícil, mas não há outra saída. O bom é que a recompensa vem, com uma vida financeira mais tranquila e menos preocupações.

Envolva a família no controle de despesas

Se a renda da casa não é uma tarefa exclusivamente sua, e gastos ou receitas são divididos com a família, conte com eles também. Envolva todos no esforço para alcançar um orçamento equilibrado e uma vida mais tranquila.

Sabemos que o assunto finanças pode ser motivo de discussões, mas não precisa ser assim. Pelo contrário, a família que cuida das finanças junta fica mais unida e realiza mais planos.

Mantenha os planos sempre em mente

Por fim, quando bater aquela vontade de jogar tudo pro alto e se render a uma compra não planejada, um gasto desnecessário ou até mesmo desistir do controle de despesas, você precisará de uma estratégia.

A melhor saída é ter metas e planos claros, de forma que você consiga se policiar. É importante fazer planos como uma viagem ou a compra de um item que você gostaria muito. Assim, antes de gastar sem controle você pensa em poupar agora para ser recompensado depois e tudo fica mais fácil.

Como você viu, o controle de despesas pode ser mais simples do que você imagina. Comece mudando pequenos hábitos, guardando as notas de tudo que compra ou anotando imediatamente no celular. No início você provavelmente vai esquecer de alguns itens, mas com o tempo vai se habituar. Escolha uma ferramenta com a qual você se sente confortável e comece o quanto antes. Não se preocupe se for necessário ajustar algumas previsões e refazer planos.

O importante é que você se mantenha firme no propósito de controlar seus gastos para ter uma vida mais tranquila. Pense em todos os planos que quer realizar e em como o controle de despesas vai te trazer mais tranquilidade no fim do mês.

Com isso em mente, tudo vai ficar mais fácil logo você verá a diferença na sua vida financeira. Se você quer alcançar essa tranquilidade, continue aprendendo e colocando em prática: confira agora 7 passos para cuidar da sua saúde financeira.

%d blogueiros gostam disto: