Escolha uma Página Menu

Como economizar para viajar: antes e durante

17 dez 2019 | Institucional

Existe um mito comum de que é preciso ter muito dinheiro para viajar com certa frequência. Claro que qualquer viagem vai envolver gastos e planejamento, mas uma vez que se aprende como economizar para viajar e como planejar sua viagem de maneira a caber em seu orçamento, vai ficando cada vez mais fácil. 

Acredite, é possível viajar sem gastar muito, independentemente do destino escolhido. Tudo dependerá basicamente do tipo de experiência que você quer ter e de um bom planejamento. Embora você precise se comprometer com seu orçamento, essa tarefa não precisa ser tão complicada quanto você imagina. Basta ter metas bem estruturadas e uma boa dose de motivação. 

Veja a seguir como você pode começar a poupar dinheiro e, em seguida, desfrutar de tudo isso em uma viagem inesquecível.  

8 dicas para planejar sua viagem

Faça um orçamento

O primeiro passo para economizar para viagens é planejá-las com antecedência. Assim, antes mesmo de pensar em suas metas financeiras, planeje para onde quer ir, onde quer ficar e o que quer fazer enquanto estiver lá. Simultaneamente, mantenha um registro constante de quanto a passagem aérea, as acomodações, refeições e atividades turísticas custarão. 

Depois de planejar o itinerário dos sonhos, pegue o custo total estimado e verifique em seu calendário a data prevista de partida. Veja quantos meses ainda faltam e divida o custo pelo tempo que você tem para economizar. 

Agora você já sabe quanto precisa reservar durante os meses (ou semanas, se preferir) para poder pagar a viagem dos seus sonhos. Esta será a primeira de suas metas financeiras e te ajudará a ter clareza sobre quanto é preciso se programar para chegar lá. 

Coloque tudo no papel

É mais fácil se manter responsável financeiramente quando se tem clareza sobre o quanto ganha e quanto gasta por mês. Para isso, coloque no papel todas as receitas e despesas, desde as maiores até as mais insignificantes. Ou seja, é importante registrar tanto despesas grandes, como o aluguel, quanto pequenas, como aquele cafezinho à tarde.  

Com isso, você saberá exatamente para onde vai seu dinheiro e, principalmente, quais destes custos podem ser cortados. Analise, reflita e tome decisões inteligentes.

Reconsidere gastos supérfluos 

Cancele tudo o que não for estritamente necessário. Muitas vezes nos deixamos levar por mensalidades pequenas ou valores individuais de serviço também pequenos (como é o caso dos Ubers, por exemplo, em que só percebemos o quanto realmente gastamos no final do mês). 

Outros exemplos: se você realmente não pode ficar sem o Netflix, HBO, Spotify e todas as outras plataformas de streaming, considere reunir alguns amigos e criar uma conta familiar. Você reduzirá consideravelmente o quanto está gastando se todo mundo concordar em contribuir com uma pequena quantia todos os meses. 

Buscar opções de transporte público ou esquemas de carona também são uma boa ideia para gastar um pouco menos para chegar onde precisa. Pode parecer uma economia pequena, mas no fim você verá que toda economia faz a diferença. 

Considere buscar uma renda extra

Todo mundo tem algum talento especial que pode ser útil na hora de juntar dinheiro. Você faz bolos incríveis? Sabe costurar? Canta? Pode dar aulas de reforço para estudantes? Tudo isso pode te ajudar a arrecadar dinheiro suficiente para impulsionar e acelerar os seus planos de viagem. 

Portanto, deixe a vergonha de lado e mostre para o mundo o que você faz de melhor. Divulgue o seu trabalho nas redes sociais, comente com amigos e familiares que está tentando fazer uma renda extra, dedique-se e veja os números da sua poupança crescerem mais rápido do que o planejado. 

Mantenha-se motivado

Lembre-se diariamente do seu objetivo. Para isso, imprima uma foto do destino dos seus sonhos. Cole-a na parede, em um lugar que esteja sempre visível. Torne-a imagem de fundo no seu telefone ou computador. Faça tudo o que for preciso para não se esquecer de que existe um objetivo por trás de todo o sacrifício e que ele fica mais próximo a cada dia. 

Antes de pedir comida por aplicativo, comprar ingressos para o show do ano ou renovar a mobília da casa, ver uma foto do local para o qual você deseja viajar pode fazer você questionar se essa compra “imprescindível” realmente vale a pena. 

Liquide as dívidas

Se você tem dívidas, é importante fazer o possível para liquidá-las antes da sua viagem. Isso porque a maioria delas costuma ter taxas e juros altos, que com o tempo podem se transformar em uma verdadeira bola de neve. Assim, seja um empréstimo, cartão de crédito ou aquela conta em atraso, tente negociar e quitar o quanto antes. 

Faça uma reserva de emergência

Imprevistos acontecem e não escolhem dia nem hora. Portanto, se você não quer que nada atrapalhe suas metas financeiras e, consequentemente, sua viagem, é importante contar com uma reserva financeira de emergência. 

Durante o período de planejamento, a reserva servirá para cobrir gastos não previstos, como despesas médicas, conserto do carro, entre outros. Para tanto, o ideal é colocar no seu orçamento uma poupança de aproximadamente 10% da sua receita. Deixe-a intocada até que utilizá-la seja realmente a única opção. 

Aproveite a viagem

Seguindo todos os passos acima você estará muito próximo de realizar a viagem dos seus sonhos. Seja uma viagem nacional, internacional, simples ou luxuosa, qualquer um pode viajar. Basta uma boa dose de determinação e foco em suas metas financeiras. 

Mas, depois de tudo isso, é possível voltar de viagem sem dívidas e com a conta bancária positiva? Com toda certeza sim. Aliás, esse é um cuidado fundamental que todo viajante que zela por sua saúde financeira deve tomar e é mais simples do que parece. Saiba mais a seguir. 

Como economizar durante a viagem? 

Nada pior do que voltar de uma viagem incrível com o bolso vazio e a mala cheia de dívidas. A boa notícia é que existem diversas maneiras de se organizar enquanto a viagem acontece para garantir que toda a economia e planejamento feitos até então possam perdurar. Assim, você pode não só curtir a viagem que sempre quis, mas também voltar com o saldo positivo. Confira as nossas dicas: 

Passagens aéreas

Além de amenizar a sua ansiedade, comprar as passagens com antecedência pode te ajudar a economizar um bom dinheiro no fim das contas. O ideal, segundo os especialistas, principalmente se a viagem for para a alta temporada, é comprar as passagens com no mínimo três meses de antecedência. 

Para que a economia seja ainda maior, cheque os preços com frequência. É comum que as companhias aéreas lançem promoções e descontos não programados, portanto, fique atento para não perder um bom negócio. 

Hospedagem

O mesmo serve para a hospedagem, onde os sites de reservas costumam lançar preços atraentes com frequência. Reservar com antecedência, além de te ajudar a encontrar o melhor lugar para ficar, também pode sair mais barato. 

Além disso, escolher acomodações que tenham microondas, fogão, frigobar ou até mesmo uma cozinha compartilhada permitirão uma economia significativa, pois você poderá preparar suas próprias refeições.

Transporte

O transporte público pode ser o seu melhor amigo durante uma viagem. Sempre que possível utilize trens, metrôs e ônibus para ir de um local a outro de maneira rápida, eficiente e muito mais barata. Para tanto, procure acomodações tão centrais quanto for possível, para que seja necessário menos tempo no trajeto e mais tempo aproveitando, de fato, a viagem. Há diversos aplicativos que indicam as rotas de transportes públicos com horários e preços.  

Atrações

A maioria dos destinos possui uma série de atrações completamente gratuitas, que passam despercebidas pela maioria das pessoas. Caminhe pelas ruas, parques, praças, conheça pessoas, vá a festivais locais, conheça museus de entrada franca, enfim, divirta-se. A maioria dos destinos oferecem os chamados free walking tours, procure por eles. 

Refeições

Uma boa dica para economizar durante a viagem é carregar pequenos lanches e água na bolsa para os momentos de emergência. Isso porque restaurantes e lanchonetes próximos aos pontos turísticos costumam ser mais caros e podem prejudicar suas economias. 

Durante as grandes refeições, como almoços e jantares, prefira estabelecimentos um pouco mais afastados, onde o preço tende a ser mais convidativo. E lembre-se que comprar as comidas no supermercado e preparar sua próprias refeições quase sempre sai bem mais barato.

Orçamento

Assim como o orçamento é fundamental ao planejar uma viagem, ele não deve ser menosprezado durante ela. Seja fiel ao seu planejamento e não se esqueça de continuar anotando todos os seus gatos. Ao fim do dia, reveja o quanto gastou e o quanto ainda pode gastar nos dias seguintes. Essa é uma excelente maneira de fugir do cartão de crédito e não gastar mais do que o necessário. 

Enfim, pondere: será mesmo que você precisa do melhor quarto, sendo que passará a maior parte do dia fora dele? O voo precisa ser sem conexões, se você pode pagar mais barato parando em trechos ou voando de madrugada? 

Seja flexível se você deseja economizar na viagem. Assim, você poderá retornar de alma leve, consciência tranquila e pronto para a próxima viagem. Em alguns momentos, pode ser difícil abrir mão de certos prazeres em prol de algo que ainda está distante de acontecer. Mas, quando você lembrar das razões para o seu esforço, ficará muito mais simples seguir em frente sem desistir. 

E aí, pronto para planejar sua próxima viagem? Que tal colocar as nossas dicas em prática e descobrir como as metas financeiras podem te ajudar a alcançar qualquer objetivo? 

Aqui na Geru, queremos te ajudar a entender melhor o mundo financeiro e prezamos por informações completas e claras. Se você gostou desse conteúdo e quer continuar aprendendo, acompanhe nosso blog e não perca nenhuma novidade. 

Nós queremos te ajudar a realizar seus sonhos, de forma fácil e confiável. Venha simular um empréstimo com a gente:

%d blogueiros gostam disto: