Escolha uma Página Menu

5 coisas que você precisa saber antes de fazer um empréstimo

18 maio 2021 | Finanças

Vamos combinar: fazer empréstimo nem sempre é sinônimo de descontrole financeiro. Em diversas situações, o dinheiro emprestado ajuda você a ter mais segurança das suas economias além de, claro, possibilitar a quitação de contas.

Mas antes de sair procurando empréstimo em qualquer site ou banco que aparecer pela frente, o indicado é que você faça uma análise da sua situação como um todo. Para isso, trouxemos 5 dicas para ajudar nessa reflexão, acompanhe:

1 – Fique atento à sua renda

É comum que uma das regras para ser aprovado em um empréstimo seja a recomendação de que o valor das parcelas não ultrapasse 30% da sua renda. Claro que muitos outros fatores, quando combinados, aprovam ou reprovam a solicitação. Portanto, atenção ao quanto você solicita, pois as parcelas não podem prejudicar sua renda mensal. Ninguém quer pegar um empréstimo enquanto vê outros boletos virando uma bola de neve, né? 

2 – Parcelas só cabem no bolso se você não furá-los antes

Ainda falando das parcelas, aconselhamos que você cole post-its, baixe aplicativos de organização financeira ou coloque tudo em uma planilha para que seus cálculos fiquem mais fáceis. Recalcule sua vida financeira antes de fazer novos gastos. Foque em quitar dívidas pequenas, cortar gastos extras, deixar de comprar uma ou outra comida de delivery e, claro, segurar a tentação! 

3 – Troque sua dívida cara por uma mais barata

Facilidade é não ter gasto nenhum, certo? Mas nem quem ganha na loteria tem essa sorte. Se seus boletos estão pesados, faça um empréstimo para deixá-los mais leves. Você fica com apenas uma parcela fixa, com juros menores, e quita todas as outras parcelas caras e com taxas abusivas.

4 – Toda relação tem como base a confiança

Ter um comportamento financeiro saudável é o começo de tudo. Quando você cuida do seu dinheiro e do seu “nome na praça”, tudo fica mais simples. Com isso, o seu nível de confiança aumenta ao provar para o mercado que você é inteligente, bom pagador e sabe cuidar das suas finanças.

5 – Pesquise se existe facilidade de verdade

O primeiro passo é entender todas as taxas, principalmente o CET (Custo Efetivo Total) que é a soma dos juros, encargos, impostos, taxas e seguros envolvidos no empréstimo. Além disso, a Geru, por exemplo, não pede bens como garantia, o que já é uma vantagem e tanto. Fazemos apenas uma análise rápida em cima dos seus hábitos de consumo e dados pessoais. É totalmente seguro e criptografado, ou seja, não fica salvo no nosso sistema. Facilidade boa é quando se tem segurança envolvida.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com quem está pensando em pedir um empréstimo. Aproveita para indicar o crédito da Geru 😉

 

%d blogueiros gostam disto: